Transporte de doentes de Kinshasa (Congo)

Na semana passada, a Central de Ambulância Aérea realizou um transporte de doentes transcontinental de avião de Kinshasa (Congo) para Paris. Um paciente com tuberculose deveria ser tratado num hospital especializado em França, pois a qualidade comparável do tratamento nas instalações médicas no Congo não poderia ser assegurada.

Tendo em consideração os desafios higiénicos especiais, organizamos todo o serviço de transporte do doente de acordo com nosso princípio abrangente de cama a cama, o que significa que além do transporte aeromédico também fornecemos transporte terrestre de ambulância em Kinshasa e Paris. É claro que o transporte do doente em África foi acompanhado por uma equipa médica experiente, que possuía a vacinação necessária para o efeito.

Imediatamente após a contratação, o nosso departamento médico solicitou o relatório médico do hospital congolês e contactou os médicos responsáveis pelo tratamento por telefone para avaliar a transportabilidade do paciente e definir o âmbito dos cuidados necessários.

Para este transporte de doentes do Congo planeamos um avião de resgate modelo Gulfstream G100 do aeroporto de Ndjili em Kinshasae, como habitualmente, obtivemos rapidamente todas as autorizações necessárias de sobrevoo e aterragem. Mas o maior desafio surgiu inesperadamente: quando nosso plano de voo já se encontrava bem avançado, constatou-se que o paciente ainda não tinha lugar no hospital solicitado em Paris.

Nenhum problema: o serviço de repatriamento multilíngue da Central de Ambulância Aérea contactou com os médicos responsáveis em Kinshasa e em Paris e conseguiu, em pouco tempo, garantir a admissão do doente em França. Assim, no dia da partida, o habitual fluxo sem problemas de transporte de doentes foi assegurado e o paciente aterrou pontualmente no aeroporto Paris Le Bourget, que é especializado em voos charter e de transporte aeromédico e, portanto, proporciona um processamento mais rápido dos voos.

Se também necessitar de um transporte de doentes, encontramo-nos disponíveis 24 horas por dia para um aconselhamento não vinculativo. Para este efeito, também nos pode telefonar, enviar um e-mail ou preencher o nosso formulário de contato. Devolvemos-lhe a chamada sempre, de bom grado.

Voltar para a visão geral